Santuário de Fátima reza pela unidade dos cristãos

santuário_Fátima_01Nestes dias, em que os países do hemisfério Norte vivem a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, o Santuário de Fátima, em Portugal, tem colocado esta intenção em todas as suas celebrações oficiais.

“Fátima acolhe a todos, tem o caráter universal da Igreja”, indicou o capelão, padre Francisco Pereira à página do Santuário.

O sacerdote destaca que “no Santuário não há portões ou cercas, está sempre aberto a todos”. “Nossa Senhora está sempre no seu nicho para ser visitada presencialmente ou mesmo para ser vista na internet pelos que estão longe”.

Esta experiência da Semana de Oração, segundo o padre Francisco, “é enriquecedora” para o Santuário de Fátima, “porque nos faz ter em conta que somos católicos, universais, englobantes”.

Abrir o coração a todos

A Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos teve início no dia 18 de janeiro e segue até o dia 25, com o tema “Chamados a proclamar os altos feitos do Senhor”, uma citação tomada de I Pedro 2,9.

“Este momento de oração pela unidade dos cristãos deve servir para ajudar os católicos a abrir o coração a todos, sobretudo, percebendo que não devemos olhar só ao passado, mas antes abrir o nosso coração aos irmãos e aos desafios que Deus nos dá e à vontade de Deus”, disse o capelão do Santuário.

O sacerdote vê este propósito de oração como um “convite” a aproximar-se dos irmãos.

“A experiência com outras religiões tem sido enriquecedora por ajudar a olhar para Maria de outras maneiras. Por exemplo, os Luteranos olham para Maria como menina do sim numa perspectiva vocacional, e nós olhamos para Maria como mãe de Deus. Nossa Senhora é a mesma, mas vista de duas perspectivas diferentes, muito relacionadas com a psicologia e o modo de viver a fé”.

Pe. Francisco diz ter em mente que, nas celebrações que preside no Santuário, “há muita gente que me ouve e não tem caminhada católica”. Mas, segundo ele, nestes momentos “é fundamental procurar apresentar a fé de forma perceptível e vivida nas circunstâncias em que estamos”, pois “é importante perceber os sinais dos tempos e ouvir os desafios de Deus, respondendo na fidelidade do Evangelho”.

Fonte: Canção Nova

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *