Maternidade e devoção: conheça a novena em honra à gravidez de Nossa Senhora

No mês das mães, somos chamados  a uma reflexão – também espiritual – sobre o que é ser mãe. A maternidade é dom um concedido por Deus às mulheres. Nela a mulher encontra a definição de sua feminilidade: “ao conceber e dar à luz o filho, a mulher «se encontra por um dom sincero de si mesma». O dom da disponibilidade interior para aceitar e dar ao mundo o filho…”, explica o Papa João Paulo II (Mulieris Dignitatem, 18).

É na maternidade que a mulher se assemelha à Maria Santíssima e se encontra com sua verdadeira essência: seja a maternidade biológica, adotiva ou mesmo espiritual, como é o caso das celibatárias. O mesmo Santo Papa expõe: “As palavras de Maria na Anunciação: «Faça-se em mim segundo a tua palavra», significam a disponibilidade da mulher ao dom de si e ao acolhimento da nova vida”.

Nos desafios ordinários da maternidade, recorramos a Maria!

Maria viveu a alegria de criar e educar o Filho de Deus, mas teve seu coração traspassado por uma espada (cf. Lc 2,35) quando Cristo morreu para a redenção da humanidade. Quantas mães, apesar da alegria ímpar que a maternidade lhe traz, sofrem dores físicas e morais que essa mesma maternidade lhe causa ao ver as dores do filho!

Ao pé da Cruz, onde seu Filho se entregava ao Pai por nós, Ele mesmo deu a Maria uma missão que nunca teria fim: Jesus confiou a maternidade de Maria a todos nós quando disse ao discípulo “Eis aí tua mãe”, ao mesmo tempo em que confiou todos nós a ela afirmando:  “mulher eis aí teu filho” (Jo 19,26-27). Essa união maternal é indissolúvel.  

É pela profundidade desse elo que a vocação à maternidade deve ser consolidada em Maria. Se em algumas questões nossa mãe terrena nos inspira quanto aos cuidados e a educação de nossos filhos, sobre a educação moral e religiosa muito mais pode nos inspirar a Mãe do Céu que não fez outra coisa em sua vida senão em tudo fazer a vontade de Deus.

De forma intuitiva, muitas mães têm recorrido Àquela que gerou em seu ventre o Salvador, não apenas para crescer na amizade espiritual com ela, mas para que essa Boa Mãe lhes ajude a superar todas as questões da maternidade. Também aquelas mulheres que encontram dificuldades em sua gestação, ou para engravidar, recorrem à Maria para alcançar a graça da maternidade. Uma oração que tem se tornado cada vez mais conhecida é a “Novena em honra à gravidez de Maria”. Por meio dela muitas mães têm recorrido a Maria e alcançado os benefícios que essa Boa Mãe tem lhes conseguido de Deus.

Todas as mães se encontram diante de desafios e limites – próprios da condição humana – em que se percebem necessitadas de recorrerem à graça de Deus.  Deixamos como sugestão esta belíssima oração para as mães e para aquelas que desejam gerar filhos. Confira!

Novena em honra a gravidez da Virgem Maria

Ó Maria, Virgem Imaculada, Porta do Céu e Causa da Nossa Alegria, respondendo com generosidade ao Anúncio do Arcanjo São Gabriel, Vós pudestes dar curso ao plano de Deus para a minha salvação. Vós fostes, pela Providência Santíssima desde toda a eternidade, constituída morada digna do Filho de Deus Encarnado. Pelo vosso sim e fidelidade ao Pai celeste, o Espírito Santo teceu em vosso ventre Jesus, nosso Senhor e Salvador.

Eis que desejando que o Filho de Deus que quis nascer em Vós, nasça também em meu coração e conceda-me o perdão de meus pecados, prostro-me aos vossos pés e vos imploro, com todo o fervor de minha alma, que vos digneis alcançar-me, do vosso Filho, a graça que tanto necessito…  (diga a graça que você precisa).

Ouvi minha súplica, ó Virgem Santíssima, Vós que, perante o trono da Graça, sois a Onipotência Suplicante, enquanto vou meditando, com reverência e filial afeto, todos os momentos de dor e de alegria, de desolação e de providência, que vos acompanharam em vossa bendita e singular Gestação, na qual trouxestes em vosso ventre por nove meses o Filho do Deus Altíssimo. Amém.

Reze 9 Ave-Marias, em honra de cada um dos 9 meses em que Jesus esteve no ventre de Nossa Senhora, acompanhadas da seguinte jaculatória:  Benditas sejam a Santa Gravidez e a Imaculada Conceição da Bem-Aventurada sempre Virgem Maria, Mãe de Deus e Nossa Mãe.

(A Novena em honra à gravidez de Nossa Senhora pode ser rezada a qualquer tempo.)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *