Novena de São José

O Santuário de Angelina quer rezar com você a novena de São José, que começa nesta quinta-feira (10) hoje e vai até dia 18, véspera da memória litúrgica (19 de março) deste santo tão amado pelo Papa Francisco, pelos católicos do Brasil e de todo o mundo.

Patrono da Igreja, pai adotivo de Jesus, intercessor dos provedores dos lares, castíssimo esposo de Nossa Senhora. Esses e outros atributos de São José são lembrados por quem se confia à intercessão do santo nesses dias de março.

Reze conosco. Clique no link e escreva seu pedido de oração. Dessa forma, rezaremos juntos.

Reze conosco a novena de São José:

1º dia – São José, pai nutrício de Jesus

BANNER 01

Rezaremos hoje pelos pobres, para que encontrem em cada um de nós, a exemplo de São José, a provisão de suas necessidades matérias e espirituais. Rezamos por todos os projetos de Promoção Humana, e para que neste ano jubilar, aprendamos a praticar as obras de misericórdia, em especial, dar de comer a quem tem fome e dar de beber a quem tem sede. Você pode colocar suas intenções no comentário.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amabilíssimo São José, que tivestes a honra de alimentar, educar e abraçar o Messias, a quem tantos profetas e reis desejaram ver e não viram, obtende-me, com o perdão das minhas culpas, a graça da oração humilde e confiante que tudo alcança de Deus. Acolhei com bondade paternal os pedidos que vos faço nesta novena e apresentai-os a Jesus que se dignou obedecer-vos na terra. Amém.

– Rogai por nós, São José, pai nutrício de Jesus.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Para todos os dias:
Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Oração final. Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Eterno Pai, obedecido pelo Verbo Encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria; louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que alguém tenha recorrido a vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que vos peço nesta novena. Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação, nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Amém.

 

2º dia – São José, esposo da Virgem Maria

BANNER 02

Por nosso arrependimento e conversão neste tempo de Quaresma. Imitando a São José e Sua Esposa, tenhamos um coração casto. Pelos namorados e noivos, que encontrem em São José e na Virgem Maria, modelo de autêntico relacionamento de Amor. Rezamos pelos casais que conhecemos, por você e seu cônjuge, namorado (a) ou noivo (a). Peçamos ainda a grava de sofrermos com paciência os defeitos dos outros, essa é uma obra de misericórdia espiritual muito necessária em qualquer relacionamento. Escreva suas intenções no espaço de comentários.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

São José, castíssimo Esposo da Mãe de Deus e guarda fiel da sua virgindade… Obtende-me, por Maria, a pureza do corpo e da alma e a vitória em todas as tentações e dificuldades. Recomendo-vos também os esposos cristãos, para que, unidos com sincero amor e fortalecidos pela graça, amparem-se mutuamente nos sofrimentos e tribulações da vida. Amém.

– Rogai por nós, São José, Esposo da Mãe de Deus.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

 

3º dia – São José, Chefe da Sagrada Família

BANNER 03

Rezaremos hoje pelas famílias cristãs, pela fidelidade conjugal, abertura ao dom da vida e sabedoria na educação dos filhos. Rezemos também para que em nossas famílias haja o perdão. O perdão das ofensas é uma obra de misericórdia que traz paz aos lares.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Glorioso São José, que gozastes durante tantos anos da presença e filial afeição de Jesus, a quem tivestes a dita de alimentar e vestir, juntamente com vossa Santíssima Esposa, eu vos suplico me alcanceis o dom inefável de sempre viver em união com Deus pela graça santificante. Obtende também para os pais cristãos a graça do fiel cumprimento de seus graves deveres de educadores e aos filhos, o respeito e a obediência, segundo o exemplo do Menino Jesus. Amém.

– Rogai por nós, São José, Chefe da Sagrada Família.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

 

4º dia – São José, fiel

BANNER 04

Rezaremos hoje pela fidelidade de todos os cristãos ao chamado à santidade feito no Batismo, e, em especial, pelos que são perseguidos e martirizados. Intercedemos também pela propagação das obras de misericórdia de dar abrigo ao peregrino, vestir os nus e visitar os encarcerados, para que comece por nós a prática de cada uma delas.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Fidelíssimo São José, que nos destes tão belo exemplo no fiel cumprimento de vossos deveres de protetor da Santíssima Virgem e de pai nutrício do Redentor, rogo-vos me obtenhais a graça de imitar o vosso exemplo na fidelidade a todos os deveres do meu estado de vida. Ajudai-me a ser fiel nas coisas pequenas, para o ser também nas grandes. Alcançai essa mesma graça para todos os que me são caros nesta vida, afim de  chegarmos a gozar no céu o prêmio prometido aos que forem fiéis até a morte. Amém.

– Rogai por nós, São José, exemplo de fidelidade.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

 

5º dia – São José, paciente

BANNER 05

Rezaremos hoje pelas pessoas que participam de grupos de oração de paróquias ou outras comunidades. Peçamos a São José ainda sua intercessão pela Jornada Mundial da Juventude, pela organização do evento, grupos de peregrinos e por toda a evangelização que será realizada por meio dela. Praticando as obras de misericórdia de corrigir quem está no erro e de ensinar a quem não sabe, cresçamos na vida fraterna.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Bondoso São José, que suportastes com heróica paciência as provações e adversidades na viagem a Belém, na fuga para o Egito durante a vida oculta em Nazaré e me destes o exemplo de admirável conformidade com a vontade de Deus, obtende-me a virtude da paciência nas dificuldades de cada dia. Alcançai também invencível paciência a todos os que suportam pesadas cruzes, afim de que se unam sempre mais a Jesus, divino modelo de mansidão e paciência. Amém.

– Rogai por nós, São José, espelho de paciência.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

 

6º dia – São José, trabalhador

BANNER 06

Rezaremos hoje pelos trabalhadores e pelas pessoas que estão desempregadas. Que levemos a todas as pessoas entristecidas o Deus que é alegria, praticando a obra de misericórdia de consolar os tristes.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Humilde São José, que vivendo em pobreza dignificastes a vossa profissão pelo trabalho constante e vos sentistes feliz em servir a Jesus e a Maria com o fruto de vossos suores, alcançai-me amor ao trabalho, que me foi imposto como dever de estado, procurando cumprir nisto sempre a vontade de Deus. Protegei os lares dos trabalhadores do Brasil contra as influências nefastas dos inimigos de Cristo e da Santa Igreja. Obtende-lhes a graça de santificarem o seu trabalho, pela reta intenção, em tudo conformados com os desígnios da Divina Providência. Amém.

– Rogai por nós, São José, espelho de paciência.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

 

7º dia – São José, protetor da Santa Igreja

BANNER 07

Rezaremos hoje pelo Papa Francisco, Papa Emérito Bento XVI, bispos e todo o clero. Pelas necessidades dos sacerdotes e seminaristas. Peçamos ainda a graça de sermos dóceis ao Espírito Santo e de praticarmos a obra de misericórdia “dar bons conselhos” a tantos quantos nos pedirem.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Glorioso Patriarca São José, Protetor e Padroeiro da Igreja Universal, obtende-me a graça de amar a Igreja como Mãe e de a honrar como verdadeiro discípulo de Cristo. Rogo-vos que veleis sobre o seu Corpo Místico, como outrora velastes sobre Jesus e Maria. Protegei o Santo Padre e os Bispos, os Sacerdotes e os Religiosos. Alcançai-lhes santidade de vida e eficácia no apostolado. Guardai a inocência da infância, a castidade da juventude, a honestidade do lar, a ordem e a paz da sociedade. Amém.

– Rogai por nós, São José, Protetor da Santa Igreja.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

 

8º dia – São José, consolo dos enfermos

BANNER 08
Vamos interceder pelos enfermos, suas famílias e os profissionais que os acompanham. Rezemos também pelo serviço da Igreja aos doentes e para que pratiquemos a obra de misericórdia “visitar e cuidar dos enfermos”.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Compassivo São José, esperança dos doentes e necessitados, valei-me em todas as enfermidades e tribulações, alcançando-me plena conformidade com os admiráveis desígnios de Deus. Obtende-me também para mim e para todos pelos quais rezo nesta novena, a cura das enfermidades espirituais, que são as paixões desordenadas, fraquezas, faltas e pecados, e protegei-nos contra as tentações do inimigo da nossa salvação. Amém.

– Rogai por nós, São José, consolo dos enfermos.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

 

9º dia – São José, padroeiro dos moribundos

BANNER 09

Neste último dia da novena, rezaremos pelos familiares falecidos e almas do purgatório. Peçamos a São José sua intercessão também para que neste ano jubilar aprendamos a praticar com amor as obras de misericórdia de rezar por vivos e mortos e enterrar os defuntos, consolando familiares e amigos de quem já partiu.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Ditoso São José, que morrendo nos braços de Jesus e Maria, partistes deste mundo ornado de virtudes e enriquecido de méritos, assisti-me na hora suprema e decisiva da minha vida contra os ataques do poder infernal. Obtende-me a graça de morrer confortado com os santos Sacramentos, necessários para a minha salvação. Tende compaixão de todos os agonizantes, alcançando-lhes a graça da salvação por intermédio de Maria, vossa Santíssima Esposa. Amém.

– Rogai por nós, São José, padroeiro dos moribundos.

– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

Oremos (como no primeiro dia).

Oração final (como no primeiro dia)

Share
O que é a Providência e como se concilia com o livre arbítrio?

O que é a Providência e como se concilia com o livre arbítrio?

Como age a Providência na vida de cada pessoa?

O que é a Divina Providência e como age na vida de cada pessoa? Como se concilia com o livre arbítrio?

Resposta do padre Athos Turchi, professor de filosofia:

Deus, tendo criado o mundo, não o abandona, mas cuida dele, sobretudo porque dentro dele habita o homem, do qual é Pai. Este “tomar conta” se chama Providência. O que quer dizer? Jesus explica com exemplos: “olhai as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros (…) Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem (…), nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles”, (Mt 6,25-34). O Pai “faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos” (Mt 5,45).

Como uma mãe segue o filho e o provê de tudo aquilo que é necessário para que possa crescer ssaudável, educado, sábio, bom, da mesma forma é Deus. Até mesmo Jesus ressalta que o Pai faz isso não apenas para aqueles que o amam, mas também para aqueles que o odeiam, para que todos se sintam como seus filhos. Este cuidado, atenção, dedicação que Deus tem pelos homens é a Providência divina.

Como se concilia com o livre arbítrio? Muito bem! De fato, uma mãe quando toma conta do filho não o obriga a se tornar um advogado ou músico, não o obriga a saber todo o conhecimento humano, não o obriga a chegar a dois metros de altura, mas oferece as qualidades que depois colocarão o filho em condições de escolher o melhor para si mesmo, e o sentido que, por si próprio, gostará de dar à vida.

O livre arbítrio é a capacidade que o homem tem de determinar aquilo que quer fazer e escolher o melhor modo para poder tê-lo. Esta qualidade do ser humano, ou seja, a liberdade, não é absolutamente tocada por Deus. É garantido que, como diz Jesus, um homem pode até escolher blasfemar, odiar, insultar Deus, mas o Pai faz surgir também sobre ele o “seu” sol. O livre arbítrio, a possibilidade de escolher o sentido da própria vida, é limitado pelas circunstâncias históricas e humanas. Já Deus faz de tudo para que o homem não caia nas correntes do pecado e nas garras do mal, que são as verdadeiras restrições ao livre arbítrio. E Deus tem sempre e rigorosamente aplicado esta sua não intervenção nas escolhas humanas.

Obviamente devemos supor que Deus sabe tudo e conhece todos os homens em tudo aquilo que fizeram, fazem e farão. Como age Deus na vida dos homens? Dito que cada um é livre para escolher como dar sentido a sua vida, e dito que Deus também sabe disso, em geral se pode responder que Deus não intervém sobre este “direito absoluto” da pessoa de fazer aquilo que quer: a autodeterminação está no homem por excelência da sua natureza, se eliminada, a pessoa é destruída.

Todavia, Deus às vezes intervém, quando escolhe uma tal pessoa para uma tarefa particular ou especial, como no caso de São Paulo, que teria sido um ótimo carrasco e perseguidor dos cristãos, e como tal queria ser. Porém, Deus o chamou para fazer dele seu apóstolo, modificando, de fato, os propósitos de Paulo. Às vezes é verdade que Deus se serve de homens para fazer o bem aos homens, e neste caso pode intervir nas escolhas pessoais. Pode-se dizer que Deus, da eternidade, tinha escolhido Paulo para fazê-lo apóstolo, e foi contra as intenções de Paulo que, para servir o mesmo Deus, pensava que era preciso destruir os cristãos.

Um choque entre duas vontades, mas quando Paulo entendeu que aquele que o obrigava a outra coisa era aquele Deus que queria servir, disse “em mim a graça não foi em vão” (1Cor 15,10). Muitas vezes nos homens se faz presente aquilo que Deus quer deles, e frequentemente é aquilo que os homens o pedem, mas Ele o faz de maneira e formas discretas, e por isso os homens prosseguem implacáveis em suas direções, nem sempre ideais. Que Deus saiba perfeitamente como as coisas andarão não altera as livres escolhas humanas, e isso é visível quando um homem decide ir contra Deus. E Deus, como uma mãe, nada pode fazer mesmo mostrando aonde conduzirá a atitude do filho.

Share
A Importância da Mulher na Igreja ❤

A Importância da Mulher na Igreja ❤

Desde o princípio da igreja as mulheres tiveram grande importância  na evangelização das pessoas. É só lembrarmos das “santas mulheres’’ que viveram no tempo de Jesus. Podemos começar com Maria, seu sim trouxe a salvação para o mundo, e tantas outras que estiveram presentes na vida pública de Jesus e nunca o abandonaram, nem mesmo ao pé da cruz.

Hoje não é diferente em nossas paróquias. São muitas as mulheres  que exercem lideranças extraordinárias em nossas pastorais, catequese, ministras da comunhão eucarística, secretarias, cozinheiras das casas paroquiais, religiosas, agentes da pastoral da saúde, coordenadoras de movimento de irmãos , participantes da liturgia , membros dos CPCs. Mas o que impressiona não é a quantidade de mulheres que ocupam ou exercem lideranças, mas a capacidade e a qualidade deste trabalho.  A importância do trabalho que exercem não se resume só ao funcional, elas contagiam a comunidade com sua presença maternal. Sem a presença forte e atuante da mulher na paróquia, seria impossível a igreja viver sua dimensão como mãe, mestra e esposa. As mulheres com seu potencial ajudam a comunidade a ser uma grande família, pois é nela que aprendemos a dar os primeiros passos como cristão convictos e apaixonados por Jesus.

A nós mulheres, que sejamos perseverantes na missão que recebemos, de propagar a mensagem de Cristo em nossas famílias em primeiro lugar ,e na comunidade. E que tenhamos coragem como Maria teve ao dizer seu sim a Deus, força para chegar até o fim, como Maria , ao pé da cruz, e a certeza alegre da ressurreição.

Parabéns a todas as mulheres!

Share